Teatro e Cinema

Tudo sobre teatro e cinema

Polícia Federal – A Lei é Para Todos como obra cinematográfica é surpreendente. Um orgulho para o cinema nacional. Ótimas produção, direção, imagens, e atuações dos nossos atores.
Som de primeira qualidade e sequências dignas de hollywood.
Como documento da atual situação política do país, é obrigatório, importante e indispensável.
Vai gerar polêmicas e milhares de críticas, pois cada espectador sentirá se houve ou não imparcialidade na forma de contar os fatos e principalmente seus protagonistas. Quem de verdade é culpado ou inocente?
Além de uma aula de cinema, é uma história que conta de forma franca o que vivemos na atualidade.
Estreiou em 737 salas por todo o país.
O filme não utilizou recursos públicos como de costume no cinema e teatro, mas teve ajuda financeira de um investidor que não quis e não quer ser identificado. Parabéns a esse investidor. O resultado é de encher os olhos.
Claro que mesmo baseado em história real, trata-se um produto de ficção e precisa de frases clichês e algumas cenas e diálogos para atrair público, mas isso não afeta a qualidade do filme, que mesmo com algumas falhas em certas cenas no resultado final pode ser considerado ótimo.
É certo que o filme quer fazer da PF uma liga da justiça, onde nossos heróis querem e se dedicam a verdadeiramente elucidar toda essa sujeira que assola o país, mas é mais ou menos dessa forma que na realidade vemos.
Todos os atores sem exceção agradam em suas atuações, mas destaco Antonio Calloni, que não a toa se torna o personagem principal do filme com uma atuação digna.
Flávia Alessandra, Marcelo Serrado, Ary Fontoura, Rainer Cadete, João Baldasserini, Leonardo Medeiros, Roney Facchini, Bruce Gomlevsky, Roberto Birindelli, Leonardo Franco, entre outros integram um gigantesco elenco.
IMPERDÍVEL. RECOMENDADO

Frames, uma comédia dramática

Frames , texto de Franz Keppler conta de forma contemporânea quatro recortes da vida onde os espectadores podem facilmente se identificar.
É uma peça com um texto que deve ser acompanhado com muita atenção, pois não é comercial e apesar de ter pitadas de humor, não é nada escrachado e tampouco de fácil entendimento. Peça para quem gosta de teatro inteligente.
Os atores Daniel Rocha e Hugo Bonemer, que estiveram recentemente na novela das nove A lei do Amor, compõem muito bem os personagens das histórias: a primeira sobre duas pessoas impedidas de sairem de casa face um tiroteio na rua, coisa bem comum hoje em dia nas ruas cariocas, Na segunda, eles estão presos em um engarrafamento, mais do que comum nas ruas paulistanas, A terceira, dois amigos na sala de espera de um hospital e a última trata de homofobia e suas consequencias. Todas as histórias são colocadas de forma sutil e com bom humor, falando de afeto, intolerancia, reflexões.
A direção fica a cargo de Camila Gama e Sandro Pamponet.
Em cartaz no Teatro MorumbiShopping na Av Roque Petroni Junior, 1089 as sextas e sabados 21h e domingos 19h,
até 24 de setembro. Classificação 14 anos


Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/qualitybymaracedro/www/wp-includes/functions.php on line 3774

Notice: ob_end_flush(): failed to send buffer of zlib output compression (1) in /home/qualitybymaracedro/www/wp-includes/functions.php on line 3774